Fotografando no modo manual

segunda-feira, maio 05, 2014

.
Eu sou Katarina Holanda, leitora do Se eu fosse Alice e mais nova e feliz colaboradora! Comecei a fotografar há um ano e vou compartilhar com vocês dúvidas e experiências que tive nesse tempo aprendendo fotografia na internet, até me tornar uma fotógrafa profissional, coisa que nem imaginava. Tenho 25 anos, sou pernambucana, mas atualmente moro em São Carlos (SP). Sou casada (e babona no melhor marido do mundo), mãe de um filhote lindo de pug, o gordinho Bacon. Vocês podem conhecer meu trabalho no site ou na fanpage.  

Fotografar no modo manual é um dos primeiros objetivos de quem se interessa por fotografia. Existem diversos materiais na internet com conceitos dos parâmetros que podem ser ajustados no modo manual e determinam a exposição da sua foto: abertura do diafragma, velocidade do obturador e ISO. Por isso, não vou prolongar muito a teoria desse trio parada dura e tentar falar um pouco da prática.

Para mim, o mais importante quando comecei a fotografar foi passar a pensar “qual é a minha prioridade para essa foto?” Sabendo disso, você vai entender qual parâmetro também deve ser priorizado no ajuste manual.

Abertura do diafragma:  controla a entrada de luz, quanto mais aberto, mais luz. O que confunde muita gente é o fato dela ser definida em fração (f), então quanto maior o número, mais fechado o diafragma e menos luz entrará, deixando a foto mais escura. Tipo assim:

f/2.0: diafragma mais aberto, mais luz.
f/5.3: diafragma mais fechado, menos luz.

A abertura do diafragma também é responsável pela área de foco (depois falaremos mais de profundidade de campo e bokeh). Quem de vocês usa óculos? Vejam esse vídeo e entendam como a abertura do diafragma consegue dar o famoso efeito de desfoque no fundo da foto.* O vídeo tem legenda em português disponível. 

Sabendo como o diafragma funciona, quando ele é a minha prioridade? Normalmente quando preciso de uma área de foco maior. Se estou fotografando um grupo de pessoas que não estão no mesmo plano, não posso usar uma abertura muito grande, senão só uma fileira ficará focada. E caso queira fotografar detalhes, mantendo o máximo de desfoque, a abertura deve ser a maior possível.
f/2.5 | 1/164s | ISO 500
Queria que as maozinhas ficassem destacadas (desfoque no fundo), então usei uma grande abertura.

Velocidade do obturador: determina quanto tempo o diafragma vai passar sendo exposto à luz (por isso aquele barulhinho). Quanto maior a velocidade, mais rápido fecha, menos luz entra, mais escura a foto. A velocidade do obturador é na maior parte dos casos a minha prioridade. Como fotografo muito crianças (corre, brinca, pula, corre..) e eventos, é preciso que a velocidade seja alta para as fotos não ficarem tremidas.
f/2.8 | 1/2000s | ISO 400
Esse foi o meu primeiro ensaio. Eu nem precisava de uma velocidade tão alta, mas como o ambiente era muito claro, deu para exagerar. Outra opção seria diminuir o ISO (vocês entenderão no final do post), mas nesse caso é indiferente. Não é possível observar ruído algum nesse ISO em um ambiente com luz natural. O mesmo para a próxima foto.

f/2.5 | 1/1000s | ISO 500
ISO: sensibilidade do sensor, quanto maior, mais clara a foto. Esse é o pacificador, normalmente ajusto a abertura do diafragma e/ou a velocidade do obturador antes e o ISO ajuda a deixar a exposição correta.

"Então se eu subir muito muito o ISO, consigo fotografar uma pessoa pulando (velocidade alta e menos luz) em um lugar escuro com a exposição correta?" Normalmente não. Pois o ISO é limitado dependendo da câmera. A maioria das câmeras de entrada passam a ter muito ruído em ambientes escuros à partir de ISO 800/1000 (pretendo ensinar como testar o ISO da sua câmera), então é preciso usar lentes mais claras (vejam o post de Alana sobre lentes), baixa velocidade ou iluminação (flash, LED..). Mas esse temido ruído nem sempre é ruim. Eu, particularmente, gosto muito! Claro que não dá para usar em todas as fotos, mas em algumas situações dá para se aproveitar dele.
f/2.8 | 1/80s | ISO 1250
Making-of de casamento
Como era um ambiente escuro, eu tive que deixar a foto o mais exposta possível, com uma abertura máxima e velocidade mais baixa, assim "economizaria" no ISO. Nesse caso, adicionei ruído na edição.

Gostaria de conhecer melhor vocês e o que mais gostariam de aprender nos próximos posts. Deixem suas dúvidas e sugestões nos comentários que vou amar! 

You Might Also Like

14 comentários

  1. Simplesmente amei o post e amei o blog *u* tem tudo a ver com meu lado delicado e fofo rsrs . beijos enormes e sucesso pra voce :)

    http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito legal o post!
    Legal a Katarina ser colaboradora aqui. Acompanho no instagram e gosto muito :)
    Beijos pras duas

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela parceria!
    Adorei o post, me esclareceu várias duvidas
    suas fotos também são lindas
    beijos
    http://leitoraemlondres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa perfeito! que dicas maravilhosas... e vc explicou de uma forma tão clara que não fiquei com nenhuma dúvida :D
    Adorei, adorei....
    quero mais posts... aheuhaeuhauehuaehuaeh principalmente sobre como fotografar em ambientes com pouca luz. (pra quem nao tem flash)

    Sherry
    misslittlepanda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que post perfeito *-*
    Adorei viu? Sou uma nova fotografa (dessas que ganha uma câmera boa e fica toda boba tirando um bocado de fotos) e estou aprendendo as técnicas. Muito bacana saber dessas coisas :*

    Beijos
    anjos-deplantao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Sherry! Que bom que gostou! :D
    E obrigada pela sugestão! Beeijo.

    ResponderExcluir
  7. E é exatamente isso que tem que fazer! Fotografar muuito e estudar. :D A prática aliada ao aprendizado é tudo. ;)

    ResponderExcluir
  8. Fiquei em duvida em duas coisas. O ISO é somente em camera profissional ou a camera semi também tem essas opções? e outra, é somente por no manual que a propria camera da a opção do ISO que queremos?
    Adorei o post e quero muito, muito MAISSSSS!!!

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, Letícia! Fico muito feliz que você gostou, mesmo já sabendo disso tudo aí, hahaha. Beeijo! ;*

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tainara! Volte sempre, sempre! haha. Beeijo.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Jhessy. Todas as câmeras semi que tive contato tinham sim, mas em algumas isso fica mais "escondido", não tem um botão para o ISO, você tem que ir lá no menu pra conseguir mudar. No manual é você que tem que escolher o ISO, mas existem os modos "prioridade de abertura" e "prioridade do obturador" que você escolhe só um parâmetro e a câmera coloca o resto. Seria um semi-manual, mesmo sem essa palavra existir, hahaha. Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Oi Katarina.
    Eu tenho uma Coolpix e já sei onde fica essa parte de ISO e etc, durante o dia até consigo fazer fotos boas e com desfoques legais, o problema é a noite. Se eu abro muito o obturador a foto estoura, fica muuuuito clara, se eu usar flash então #socorro. Se eu ponho no intermediário a foto fica escura. Não se o que tenho que aumentar ou diminuir para conseguir fotografar bem na luz artificial.

    Beijos,
    www.segredosentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  13. Caraca..agora entendi ISO, Obturador...perfect

    ResponderExcluir