Carrie - A Estranha

By Alana Aguiar - segunda-feira, dezembro 09, 2013



Sexta-feira finalmente assisti a refilmagem do filme “Carrie – A Estranha” (Brian de Palma, 1976). Já estava há algum tempinho aguardando a estréia do filme, até fiz um top 5 sobre os filmes em que eu queria assistir há algum tempo atrás (vocês lembram?). Cheguei alguns minutos atrasada mas acredito que consegui pegar o comecinho do filme ainda, rs.

Sou bem medrosa em relação à filmes de terror, esse gênero de filme geralmente me assusta muito e a maioria das vezes eu simplesmente jogo uma coberta em cima da cabeça e tampo os ouvidos pra conseguir dormir à noite. Mas como já tinha assistido à primeira adaptação achei que seria bem legal porque curti bastante a história do filme. Vou falar um pouquinho do que achei do filme, mas não me julguem se falar alguma besteira ou algo do tipo, não sou nenhuma especialista desse tipo de coisa, só irei dar a minha humilde opinião, ok?



“Carrie retrata um grande desastre ocorrido na cidade americana de Chamberlain, Maine, destruída pela jovem Carietta White. Nos anos anteriores à tragédia, a adolescente foi oprimida pela sua mãe, Margaret, uma fanática religiosa. Além dos maus tratos em casa, Carrie também sofria com o abuso dos colegas de escola, que nunca compreenderam sua aparência, nem seu comportamento. Um dia, quando a jovem menstrua pela primeira, ela se desespera e acredita estar morrendo, por nunca ter conversado sobre o tema em casa. Mais uma vez, ela é ridicularizada pelas garotas do colégio. Aos poucos, ela descobre que possui estranhos poderes telecinéticos, que se manifestam durante sua festa de formatura, quando os jovens mais populares da escola humilham Carrie diante de todos.”



Bem, de começo já vi uma pequena diferença do filme anterior, foram usadas muitas ferramentas atuais (gostei) como as redes sociais e o cyberbullying. Achei que apesar de em alguns momentos do filme terem sido muito parecidos com o original, a produção pecou nos efeitos especiais usados e ficou um tanto exagerado em alguns momentos em que Carrie mostrava seus “poderes”.

A atuação de Juliane Moore (a mãe de Carrie) foi de longe a melhor, não achei que a protagonista se adaptou ao papel de Carrie e sinto dizer, mas, não considerei o filme como TERROR. Percebi que ri muito durante o filme e que não me assustei nada (mesmo).

Claro que o filme não tem apenas pontos negativos, mas acredito que qualquer pessoa que tenha assistido a primeira adaptação também vai se decepcionar bastante com o filme morno que nos foi apresentado.



Beijos e até a próxima, pessoal!


  • Share:

You Might Also Like

7 comentários

  1. Ah, não tem como superar o original de 76, né? Esse sim, é muito assustador!!!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  2. Queria muito ver esse filme, pois achei que ele ia balancear muito bem o que teve de bom nos dois primeiros filmes, mas ouvi muitas críticas sobre a menina que fez a Carrie ): Vou assistir o filme, mas não vou mais com tanta empolgação.

    ResponderExcluir
  3. Estou com muita vontade de ver esse filme prq, assim como vc, não sou lá muito corajosa para filmes de terror, então... Acho que esse passa rsrsrsrs
    http://coracaoflutuante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Um filme baseado em um livro de Stephen King fazer rir...realmente não deve ser lá muito bom!!! :(

    ResponderExcluir
  5. Sou muito medroso pra filmes de terror também! Adoro assistir, com aquela companhia lega e tal, mas morro de medo! :P
    Já ouvi falar bastante do filme, mas nunca assisti. Mas e agora? Essa versão ou a outro? :P

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  6. Já vi o filme de 1976 e achei muito bom (confesso que não me assustei em nenhum momento). Agora esse que lançaram agora não me deu vontade de ver pelos comentários negativos em relação a protagonista, mas vou assistir esse do mesmo jeito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Eu assisti, e achei bem bom. Mas eu tava vendo com meu namorado e achamos que seria um filme de TERROR né? No final ficou meio que um drama onde a personagem principal tem um poder. HSUAHSUAHSHAUS Enfim, é um filme bom, mas não um terror né.

    ResponderExcluir